Ministério da Saúde divulga novo protocolo para doação de sangue, após contaminação por COVID-19

O Banco de Sangue de Sertãozinho adotou nesta segunda-feira, 31, o novo protocolo para doação de sangue, após contaminação por COVID-19, divulgado pelo Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De um modo geral, a atualização publicada pelos órgãos reduz de 30 para 10 dias o tempo inaptidão para doação de sangue, após a cura dos sintomas para doadores confirmados ou suspeitos de COVID-19.

De acordo com o documento, pessoas candidatas à doação de sangue, com diagnóstico ou suspeita de COVID-19, que apresentaram doença sintomática, mesmo nos casos leves/moderados, deverão ser consideradas inaptas à doação por um período de 10 dias após completa recuperação (que já estejam assintomáticas e sem manifestações clínicas prolongadas que contraindiquem a doação).

Pessoas com testes positivos para COVID-19 (PCR ou antígeno swab de nasofaringe), que estejam assintomáticas, deverão ser consideradas inaptas para doação por um período de 10 dias a partir da data de coleta dos exames.

 Já os candidatos à doação, que tiveram contato próximo com pacientes confirmados para COVID-19 durante o período de transmissão, que são os primeiros dez dias da doença, devem aguardar sete dias após o último dia de contato com essas pessoas para doar.

E, pessoas candidatas à doação, que estejam em isolamento voluntário ou indicado pela equipe médica devido a sintomas de possível infecção pela COVID-19, deverão ser consideradas inaptas pelo período que durar o isolamento, conforme definição do Ministério da Saúde.

Mudança no protocolo para doação de sangue, após contaminação por COVID-19, deve ajudar bancos de sangue e hemocentros a recomporem seus estoques de hemocomponentes | Foto: Julia Bunholi / GH Comunicação

A diretora do Banco de Sangue de Sertãozinho, Drª Cássia Pacca, recebeu o anúncio do novo protocolo com certo alívio. “Foi providencial essa atualização técnica publicada pelo Ministério da Saúde e pela ANVISA, dado o momento tão difícil que temos passado, com queda acentuada no número de comparecimentos para doação de sangue, dada a alta significativa de casos confirmados de COVID-19, gripes e resfriados neste primeiro mês do ano. Certamente esta medida fará com que nossos doadores possam retornar mais rápido ao nosso serviço, nos ajudando a normalizar o estoque de hemocomponentes e a salvar vidas”, avalia.

Lembrando que, para doar sangue é preciso estar em boas condições de saúde, pesar no mínimo 50 kg, estar alimentado e ter idade entre 16 e 69 anos. Menores só podem doar na presença dos pais ou de um responsável legal. Quem vai doar sangue pela primeira vez deve ter até 61 anos de idade.

Para agendar seu horário, basta que o doador entre em contato pelo WhatsApp (16) 98169-0001.

No dia da doação, é preciso comparecer ao Banco de Sangue de Sertãozinho e apresentar documento oficial com foto (RG ou CNH), que também é aceito em formato digital. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h e das 14h às 17h, e aos sábados, das 7h às 13h.

O Banco de Sangue de Sertãozinho fica à rua Epitácio Pessoa, 1.401 – Centro. Dúvidas sobre a doação podem ser esclarecidas no site (bssdoesangue.com.br) ou nas redes sociais da instituição (Facebook e Instagram – @bssdoesangue).

Adicionar Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Eu aceito a Política de Privacidade